12 atitudes de liderança que podem minar o desempenho de sua equipe

12 atitudes de liderança que podem minar o desempenho de sua equipe
Liderança equilibrada

Liderança de equipe não é uma tarefa das mais fáceis. As diferenças comportamentais podem ser um dos impeditivos de um grande trabalho.

Cabe ao líder uniformizar o comportamento do time, o que pode gerar atritos.

Identificar as atitudes que devem ser evitadas na relação com um liderado pode ser uma tarefa delicada.

Você é o tipo de líder que possui dificuldade em direcionar sua equipe rumo ao alcance dos objetivos estipulados?

Saiba que você não é o único. Essa dificuldade faz parte da realidade dos que trabalham com liderança de equipe.

Por esse motivo, nas próximas linhas mostraremos como identificar as atitudes que minam o desempenho de sua equipe.

A seguir listamos uma série de atitudes que devem ser evitadas para que os objetivos definidos possam ser alcançados com um menor número de conflitos.

Não assumir os próprios erros

O erro faz parte do caminho de qualquer pessoa e aprender a lidar com ele é fator fundamental para o sucesso em qualquer empreitada.

Para líderes o erro se torna ainda mais crítico, pois pode resultar em problemas não somente para si, mas para toda uma equipe que se apoia neste líder.

Diante desta criticidade, muitos líderes não admitem seus erros, o que leva, quase sempre, à perda de confiança por parte da equipe e por consequência ao risco eminente de perda de resultados e objetivos.

Assumir seus erros e se desculpar, é uma postura fundamental para que o líder possa, não somente corrigir a rota, como aproximar ainda mais sua equipe de si, sendo visto como um ser humano e não uma máquina.

Assumir todo o crédito em um objetivo alcançado

Ser o centro das atenções nos momentos positivos e apontar o dedo, e um culpado que não seja você mesmo.

Assumir todo o crédito levando em consideração apenas suas ações e capacidade de liderança, em detrimento de todo o trabalho realizado por seu time.

Essa postura além de egocêntrica, deixa claro que os integrantes de seu time não poderão contar com seu apoio, deixando explícita a sua incapacidade no exercício do papel de líder, que dentre outras ações, deveria  justamente ser o amparo, o apoio necessário para que o peso do trabalho não recaia somente sobre a equipe.

Assumir o crédito por uma ação positiva e bem sucedida é válido, mas é preciso reconhecer o envolvimento de cada integrante do time e também dar a ele este reconhecimento.

Esta ação permitirá que seus liderados o vejam com um líder coerente e de confiança.

Não cumprir promessas assumidas

Oferta de recompensas ao time, ainda mais quando necessário resultado em curto prazo, é uma das estratégias mais exploradas por líderes.

Passeio a lazer e escalas de folgas diferenciadas em feriados prolongados são algumas dessas recompensas e se não cumpridas acabam por tornar seu time menos flexível.

A primeira barreira a aparecer é a negativa quanto a realização de horas extras.

Também se torna evidente a resistência da equipe em comprar as ideias de seu líder quanto ao cumprimento das metas, principalmente as mais agressivas.

Procure , sempre que possível, prometer somente o que está à seu alcance ser realizado.

Falta de visão

A visão está diretamente ligada à eficiência. Certamente uma visão pobre acarretará sérias dificuldades no alcance de metas, e principalmente, causará falta de motivação, inspiração e sustento dos alicerces de uma equipe.

A falta de visão fará com que o líder caminhe a passos largos para o fracasso.

O correto a se fazer, é garantir a total compreensão dos objetivos. Como consequência, os meios e caminhos para o alcance desses objetivos ficarão mais claros, garantindo assim transparência e envolvimento do time.

Falta de integridade

Uma ação duvidosa sempre levará à ineficiência, não só na liderança de pessoas mas nas atividades mais simples.

Por mais convincentes que sejam as atitudes de um líder que agem sem integridade, dificilmente terá seu time trabalhando lhe apoiando. Sempre haverá um clima de desconfiança em cada decisão.

O ideal é sempre agir dentro da ética necessária para o bom relacionamento entre líder, equipe e empresa.

Falha de comunicação

A capacidade de se fazer entender e interpretar informações é característica fundamental para garantir uma comunicação sem ruídos.

É preciso ficar clara a compreensão de todos quanto aos assuntos abordados.

Um líder precisa obrigatoriamente ter esta característica e garantir sua fluidez no negócio.

Falta de flexibilidade

Líderes eficientes compreendem a distinção quanto às características de seus colaboradores.

Ciente da necessidade de considerar todas essas características na hora da busca dos objetivos, ele deve ser o mais flexível possível, evidentemente seguindo as regras impostas pela empresa, mas tendo em mente as peculiaridades de seu time e a necessidade de adaptação tanto do lado da empresa, quanto do lado do time.

Estabelecer e seguir somente um modelo, criará a imagem de injustiça e inflexibilidade, e pior, pode estabelecer uma visão de favorecimento, mesmo não sendo este o objetivo.

Zona de conforto

Inovação, a palavra que sempre caminha com o líder, e que evita que o comodismo e o marasmo tomem conta da situação.

Em uma posição de liderança é comum que o profissional opte pelo caminho mais seguro, mesmo que não apresente novidades.

Trata-se de uma característica humana, mas que pode fazer com que seu time não perceba a diferença que faz nos resultados e no cotidiano da empresa, até mesmo minando profissionais com potencial para se destacar.

O líder precisa sacudir a si mesmo para que consiga sacudir sua equipe.

Falta de comprometimento

Acreditar na sua equipe, empresa e objetivos. A prova desta crença vem através do comprometimento, a dedicação ao que foi alinhado.

É a maneira que o líder possui de dizer aos seus liderados que o caminho escolhido é confiável, e levará ao êxito.

Ao não se comprometer, o líder atesta que os rumos que serão tomados pouco pesam nas suas atitudes, logo não conseguirá manter seu time engajado, focado em fazer o seu melhor.

Falta de foco em pessoas

Alguns líderes acreditam que a sua função se resume à fornecer suporte técnico aos seus liderados.

Este é um erro gravíssimo, pois o foco de um líder deve ser nas pessoas, no que elas almejam profissionalmente, e nos casos em que houver abertura, o que almejam no âmbito pessoal.

Os líderes devem cultivar o hábito de enxergar seu time. Este hábito pode garantir boas ideias a implementar, dinâmicas comportamentais, conversas, orientações e desafios.

Em muitos momentos os liderados querem apenas serem vistos, e a sensibilidade do líder para observar sua equipe fará a diferença.

Dificuldade em aplicar feedback

Eis um grande inimigo dos líderes. Nesta posição, o líder é o responsável por orientar e direcionar sua equipe no rumo traçado.

É necessária sensibilidade suficiente para apontar possíveis falhas, sem desmerecer o liderado, porém também é necessário reconhecer o que de bom tem sido feito, e auxiliar quanto à lapidação das ações executadas.

O líder também precisa saber ouvir, pois é no momento de um feedback que o liderado pode apontar alguma dificuldade em suas atividades que podem estar sofrendo influência negativa. Esse é o momento de ajuste de rumo.

Não saber delegar

Abraçar o mundo pode se tornar o pior pesadelo de um líder. Saber delegar é o ponto de partida para garantir a eficiência de uma liderança moldada para o sucesso.

Diante das inúmeras atividades pertinentes aos seu time, evidentemente, você, na posição de líder, não terá braços suficientes para executar todas as tarefas. E nem deve.

O papel de um líder vai além do trabalho braçal. Ele é a cabeça pensante do time, e precisa olhara a equipe como um todo e descobrir como essas peças se encaixam e se tornam uma engrenagem efetiva.

Delegar atividades passa obrigatoriamente pela capacidade da liderança em confiar no seu time e principalmente, saber deixar claros os seus papéis, e o impacto sobre o todo.

Refletindo sobre os itens citados nos parágrafos anteriores é possível perceber o grau de dificuldade de uma liderança efetiva, porém não são tarefas de altíssimo grau de complexidade.

Com empenho e dedicação sua execução torna-se completamente possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *