Descubra 6 dicas para evitar erros na avaliação de desempenho

Dicas para evitar erros na avaliação de desempenho
6 dicas para evitar erros na avaliação de desempenho

Os erros na avaliação de desempenho são bem comuns e podem proporcionar resultados opostos aos esperados.

Diversos são os fatores responsáveis pelos erros cometidos, porém devem ser tratados com o devido cuidado para que o impacto sobre os colaboradores seja o menor possível.

No decorrer deste conteúdo vamos apresentar 6 erros cometidos por gestores durante a avaliação de desempenho e de que forma você pode evitá-los e corrigi-los.

Efeitos Halo e Horn

São definidos como efeitos Halo e Horn a observação apenas dos pontos positivos ou negativos dos colaboradores.

Quando um avaliador analisa apenas a excelente capacidade de um profissional ao realizar tarefas abre mão de uma visão mais ampla da situação.

Esta postura o impede de propor as melhorias necessárias ao colaborador. Esta ação é intitulada efeito Halo.

Porém se a situação for ao outro extremo, onde o avaliador considera apenas os pontos fracos de um colaborador e não reconhece as ações positivas realizadas por ele, o efeito é chamado de Horn.

Para que os dois cenários não sejam vivenciados é necessário que o avaliador se desprenda de opiniões pessoais e preconceitos sobre o avaliado.

Uma tabela indicando os pontos fracos e fortes do avaliado também funciona como ponto de apoio para uma avaliação equilibrada e isenta.

Rotina

O erro de rotina, chamado pela RH de erro de fadiga ocorre quando o avaliador demonstra cansaço ao conversar com muitos funcionários e organizar várias avaliações.

O cansaço pode levá-lo a falta de distinção nas principais diferenças entre os avaliados, o que pode resultar em uma análise distorcida da realidade.

Recomenda-se para neutralizar este erro a utilização de ferramentas tecnológicas para suporte no processo de avaliação, permitindo a visualização das atividades realizadas por cada colaborador.

Ajustar a agenda para aplicação da avaliação também é um neutralizador natural para a quantidade de análises necessárias.

Falhas de gestão e organização

As falhas de gestão e organização do processo estão entre os erros de avaliação mais frequentes.

E isto ocorre devido a falta de mensuração, por parte do avaliador, sobre os elementos a serem analisados em cada colaborador.

A definição de metas, indicadores e mensuração de autonomia de trabalho de cada colaborador é fundamental para evitar este tipo de erro. 

Estes elementos, com suporte tecnológico, podem ser tranquilamente definidos, através de cruzamento de dados.

Recenticidade

a recenticidade ocorre quando um avaliador se baseia sua análise apenas em fatos recentes, desconsiderando todo o histórico do colaborador.

Para que este erro não esteja presente é recomendada a realização periódica de avaliações, ao menos uma vez por semestre.

Pode parecer um período curto para avaliação mas no decorrer desse tempo muitas ações podem se desdobrar

Eventualmente um colaborador pode ter um desempenho correto e coerente durante o semestre e ao se aproximar de sua avaliação cometer algum deslize.

Este descuido não pode ser deixado de lado, mas também não deve ser o principal elemento da avaliação.

Primeira impressão

Ao realizar uma avaliação de desempenho o avaliador jamais pode se pautar pela primeira impressão obtida.

Isto porque pode ignorar todo seu histórico comportamental, deixando de lado aspectos que podem ser fundamentais para o desenvolvimento do colaborador.

O registro de todas as ações e atividades realizados pelos colaboradores podem contribuir para mitigar este erro.

Tendência central

Este tipo de erro induz o avaliador a se manter centralizado quanto à suas avaliações por receio de lançar mão de notas extremas, muito altas ou baixas.

Para que isso não ocorra é fundamental que o avaliador se paute em dados e fatos para determinar as notas das avaliações, deixando de lado qualquer possível injustiça.

O suporte tecnológico é uma excelente opção para auxiliar em um processo de avaliação equilibrado e sem erros.

Porém a ação humana é fundamental, pois a visão de um gestor não poderá ser substituída por um software.

Agora é o momento de você fazer uma análise de suas ações e identificar se nas avaliações realizadas existe algum dos erros citados e providenciar sua correção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *