Autoavaliação: como fazer e buscar os seus melhores resultados

Autoavaliação: o olhar necessário para o seu desempenho
Autoavaliação: o olhar necessário para o seu desempenho

A autoavaliação, independentemente da área de aplicação, é um exercício elementar na vida.

E é através deste exercício que cada um de nós consegue identificar seus erros e acertos.

Permitindo que sejam trabalhados os pontos de melhora e otimizados os pontos que já estão com bom funcionamento.

Continue sua leitura e descubra como realizar a autoavaliação e quais seus benefícios.

Como realizar a autoavaliação

Antes de iniciar a autoavaliação você precisa ter em mente que a sinceridade deve ser o tom dominante durante este exercício.

A autoavaliação é um exercício de extrema dificuldade, pois lida com a necessidade de olhar para si, deixando todos os medos de lado.

A reflexão sobre sua vida profissional deve ser profunda, de fim a fim, e para alcançar essa profundidade é preciso responder as perguntas a seguir:

O que eu faço de melhor?

Primeiramente identifique suas qualidades profissionais e pessoais, mesmo que não estejam diretamente relacionadas à sua carreira.

A identificação de suas melhores qualidades permitirá que você explore essa virtudes visando um melhor desempenho em seu ambiente profissional.

Qual a melhor característica que possuo?

Deixando um pouco de lado o perfil profissional, você precisa identificar sua melhor característica pessoal.

Ao compreender o que destaca você dos demais, abre-se uma vantagem importante para que você consiga explorar o que possui de melhor e também utilizar isso na melhora da qualidade de vida dos colegas com quem você trabalha.

Quais os meus defeitos?

Exercitar a autocrítica é uma atividade bem complexa. pois é uma característica humana a dificuldade em reconhecer seus pontos fracos.

Mas é fundamental neste processo, a identificação de seus defeitos. A intenção desta análise é compreender quais os pontos de melhoria, pois podem ser exatamente estes pontos que estejam impedindo o seu progresso, seja em suas atividades ou no relacionamento interpessoal.

Quais as minhas dificuldades e bloqueios?

Quais as maiores dificuldades que você apresenta em seu cotidiano? Timidez, pontualidade?

Podem ser as mais simples, mas não devem ser encaradas, obrigatoriamente como defeitos, mas precisam da mesma atenção dada às demais características.

É possível obter o auxílio de seus gestores para que a melhora em seu desempenho se faça presente, mas somente será possível se você reconhecer que este é um ponto que precisa ser melhorado.

O que busco na vida profissional?

Este é o momento de você avaliar o que deseja em sua carreira. Estabilidade financeira, viagens que impeçam a rotina, um alto cargo ou a gestão de uma pequena equipe ou flexibilidade de horário para maior contato com amigos e familiares?

Neste momento é de extrema importância que você consiga identificar qual a motivação para você trabalhar todos os dias.

Respondidos estes questionamentos trace um paralelo com seu momento profissional atual.

O seu ambiente profissional, neste momento, responde e atende à todos esses questionamentos?

Se atender, é hora de estipular as metas necessárias para alcançar aquilo que você almeja.

Se não atender, é hora de repensar a necessidade de permanecer ou não neste ambiente.

É importante ressaltar que este tipo de avaliação, mais do que um material de trabalho, é um retrato de seu momento em sua vida, permitindo que você consiga ter um melhor conhecimento de si mesmo.

Benefícios da autoavaliação

O principal benefício da autoavaliação é permitir que você consiga mapear o seu momento.

Tirar uma fotografia e conseguir identificar cada ponto, cada detalhe de seu comportamento.

Essa imagem permitirá que você entenda melhor o porquê de algumas reações e porque algumas ações não funcionam.

É possível identificar qual relação cada uma de suas características possui sobre seu comportamento e desempenho.

Dois ponto precisam ficar claros. Primeiro você precisa ser coerente com a realidade.

É preciso deixar de lado os exageros apresentados devido a falta de percepção que temos de nós mesmos.

O foco deve ser no seu desempenho, logo quanto maior a coerência, melhor a análise.

O segundo ponto é a necessidade de imparcialidade. Precisamos deixar para trás qualquer tipo de comentário, que de alguma forma, tenha nos afetado. Somente desta forma será possível a análise de maneira coesa.

Diante das informações passadas fica claro porque você deve aplicar a autoavaliação em sua vida.

Seja qual for o momento, este exercício será capaz de direcionamento, não somente ao autoconhecimento, mas também à melhor utilização de suas características em busca de seus desejos.

Compartilhes este conteúdo e ajude mais pessoas a exercitar a autoavaliação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *