Como otimizar o seu blog para SEO Mobile em 6 etapas

Como otimizar o seu blog para SEO Mobile em 6 etapas
Otimização para SEO Mobile em 6 etapas

A otimização de sites conforme os preceitos do SEO mobile se tornou fundamental, principalmente pela compreensão dos motores de busca em relação ao comportamento dos visitantes.

Estes estão mais debruçados sobre dispositivos móveis, buscando por conteúdos úteis em suas vidas e que possam ser consumidos rapidez e praticidade.

Mas para otimizar um site segundos os preceitos do SEO mobile é necessário cumprir algumas etapas elementares.

Por isso vamos trazer neste artigo 6 dicas de otimização para SEO mobile para tornar seu site ainda mais atrativo e sólido perante os usuários e motores de busca.

Inspeção técnica

Antes de iniciar qualquer ajuste nas páginas ou até mesmo nos códigos é imprescindível que você faça uma verificação, em nível básico, em arquivos serviços e softwares utilizados pelo site.

Por se tratarem de pilares da estratégia de SEO mobile, não devem ser negligenciados por você.

Considere os fatores abaixo como os principais responsáveis pela influência na velocidade, estabilidade desempenho e rankeamento de sua página nos sites de buscas:

  • Hospedagem: confira a reputação de seu fornecedor no mercado e eficiência do plano contratado em relação às necessidades de seu site;
  • Gerenciador de conteúdo: priorize plataformas e softwares robustos e consolidados no mercado;
  • Certificado SSL: endereços HTTPS são considerados pelos motores de buscas como seguros em sites mobile, logo prioriza o rankeamentos nas pesquisas;
  • Imagens otimizadas: elimine arquivos que não sejam essenciais, compacte as imagens utilizadas, garanta a configuração das descrições e priorize arquivos com formatos leves;
  • Códigos otimizados: procure por plugins ou profissionais que removam trechos dos códigos CSS, HTML e JavaScript que não sejam essenciais nas páginas;
  • Tags mobile: insira tags HTML especiais como, por exemplo, “viewport”, que solicita ajuste de tela para a versão mobile e “Hreflang” que confirma a existência de diferentes versões do site.

Otimização do site para aumento da velocidade

A navegação mobile caracteriza a velocidade como fator crítico, pois está associada a boa experiência em conexões que naturalmente apresentam instabilidades e possuem serviços limitados.

Primeiramente confirme o desempenho de seus site utilizando plataformas como o Google PageSpeed Insights, que analisa o velocidade de carregamento dos elementos.

Dentre os fatores analisados por esta ferramenta dois são fundamentais, O FCP e o FID:

  • FCP ou primeira exibição de conteúdo: este fator considera o tempo necessário para exibição em tela do primeiro elemento de uma página;
  • FID ou latência de entrada: este fator considera o atraso existente entre a primeira interação do usuário com qualquer elemento da página e a resposta produzida pelo navegador.

No FCP é necessário compreender que a aparição de um elemento na tela é suficiente para o usuário confirmar que a página está carregando.

Logo, recomenda-se a utilização de layouts e temas que entreguem os blocos de elementos separadamente.

Aqui é preciso muito cuidado, pois o site pode exibir apenas um tela em branco ou algum ícone até que o carregamento dos demais elementos ocorra.

Isso gera um pequeno atraso em relação a troca de dados, levando o visitante a compreender a situação como uma falha e desistindo de permanecer no site.

No FID é produzido o mesmo resultado, desistência em permanecer na página, porém devido a extensão no tempo de resposta de uma página.

Garantir rapidez no tempo de reação é primordial para demonstração de responsividade e agilidade ao usuário.

User Experience (UX)

A experiência do usuário é o critério de maior importância dentre todas as recomendações de SEO mobile, pois é neste tópico que a interação entre sites e usuários é tratada.

A importância de experiências de navegação agradáveis, intuitivas e ágeis são importantes tanto em desktop quanto em dispositivos móveis.

Porém ao abordarmos a navegação em tablets e smartphones devemos considerar algumas peculiaridades. 

Os dispositivos móveis, diferentemente dos desktops, são acessados várias vezes ao longo de um dia, em intervalos curtos ou médio de tempo.

Na maioria das vezes para suprir necessidades pontuais, como dívidas, respostas à mensagens ou uso de redes sociais.

E nesta experiência precisamos considerar os seguintes elementos:

  • Visual limpo: aqui é necessário enxugar o máximo de dados e opções exibidos, priorizando apenas o necessário. Recomenda-se  o uso de menus inteligentes e configurações necessárias apenas em situações específicas;
  • Flat design: esta tendência utiliza formas simples e cores sólidas, garantindo maior clareza e harmonia em interfaces, diferentemente de elementos em 3D, utilizados com certa frequência;
  • Acesso rápido: Confirme as etapas necessárias para o usuário chegar até seus conteúdos e funções do site e tente reduzir ao máximo o caminho. Evite a inserção páginas intermediárias entre um ou conteúdo;
  • Fontes apropriadas: configure o site para adaptação automática do tamanho de suas fontes no dispositivo onde é exibido. Trechos com tamanho maior, fundos especiais e negritos também podem fazer a experiência do usuário mais intuitiva e agradável.

SEO local

Serviços locais são fator bem relevante no comportamento de usuários mobile.

O portal Think With Google afirma que a maior parte das pesquisas originadas em dispositivos móveis é para profissional e estabelecimentos da região de origem.

Logo utilizar este tipo de divulgação garantirá prioridade no ranking de pesquisa.

O Google Meu Negócio é uma plataforma que permite divulgar seu negócio em âmbito local.

Pesquisas por voz

Ferramentas como Alexa, Google Assistente e Siri (assistentes virtuais) são algumas das responsáveis pela popularização das pesquisas por voz.

Este tipo de pesquisa não se restringe à smartphones, marcando presença em smarttvs, dispositivos de inteligência artificial de grande organizações tecnológicas e até mesmo eletrodomésticos.

As pesquisas por voz apresentam peculiaridades como por exemplo, questões interrogativas, são compostas por palavras-chave long tail, buscam por soluções imediatas e tratam de questões cotidianas

Logo, ao preparar seu conteúdo para este tipo de pesquisa, você deverá considerar os elementos citados para sua produção.

Ferramentas como AnswerThePublic.com (que apresenta as perguntas com maior índice de pesquisas no Google em determinado segmento) e Keyword Planner e o SEMrush cumprem muito bem o papel de auxiliar na pesquisa de palavras-chave.

Utilização da tecnologia AMP

AMP ou Accelerated Mobile Pages, significa páginas aceleradas para aparelhos móveis.

Trata-se de um projeto de código aberto, propagado por editores de conteúdo e companhias tecnológicas atuando na melhoria de desempenho de sites na internet.

As páginas com tecnologia AMP contam com três importantes configurações: 

  • AMP HTML: é o código HTML otimizado baseado em restrições e extensões que tornam melhor seu desempenho geral;
  • AMP JS: responsável por manter a renderização de elementos de páginas assíncronas, de forma que o processo de carregamento de qualquer item bloqueie ou prejudique a exibição dos demais;
  • Google AMP Cache: trata-se de uma função, opcional, responsável por solicitar o armazenamento de páginas AMP HTML no cache do Google, permitindo a aceleração da exibição do conteúdo  a partir de acesso e resultados da pesquisa. 

Esta configuração pode ser providenciada através da utilização do  plugin AMP for WP – Accelerated Mobile Pages.

As configurações e técnicas para SEO mobile aqui abordadas são fundamentais para os resultados de qualquer estratégia de marketing.

Mas lembre-se que o foco dos motores de busca é disponibilizar informação qualificada à seus usuários, logo seu site não deve apenas se concentrar nas configurações, mas na produção de conteúdo de altíssimo nível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *