Procrastinação: como identificá-la e não permitir sua influência

Como identificar a procrastinação e neutralizar sua influência
Como identificar a procrastinação e neutralizar sua influência

A procrastinação é um hábito presente entre muitas pessoas, mesmo que elas não consigam identificá-la.

É comum deixar de lado alguma atividade por conta de redes sociais, jogos ou outros elementos aparentemente mais atrativos.

Porém os efeitos sobre as atividades e, principalmente, sobre os sentimentos de quem procrastina podem ser devastadores.

Pensando nisso vamos trazer neste conteúdo detalhes sobre este mau hábito.

Explicaremos o que é a procrastinação, o perfil de quem possui este hábito e de que forma você pode combatê-lo.

O que é a procrastinação

A procrastinação é o hábito de postergar a realização de tarefas ou tomada de decisões.

Mas o adiamento só ocorre em relação às atividades que demandam maior comprometimento, como por exemplo deveres e decisões mais complexas, além das atividades que distantes da geração de prazer ou benefícios imediatos.

Este hábito faz com que seu portador evite até o limite possível a pressão, o peso emocional e a responsabilidade decorrentes de algumas situações.

Logo a procrastinação só se faz presente no momento em que o medo aparece, juntamente à insegurança, ausência de confiança, ansiedade e incertezas sobre o que precisa realizar.

Essa postura também é vista como uma maneira do indivíduo se autoproteger, mas que provoca prejuízos e se receber os devidos cuidados.

Outra característica do procrastinador é priorizar tarefas menos importantes em detrimento das obrigações de maior relevância e impacto, culminando na perda de prazos, sobrecarga e estresse.

Perfil de um procrastinador

O portador do hábito da procrastinação costuma ser mais desorganizados.

Mentalmente o procrastinador acredita que tudo está sob controle e que pode postergar determinada pendência, pois conseguirá concluí-la,o que não ocorre na maioria das vezes.

Quem procrastina tende a deixar as tarefas para o último instante, no momento em que não há mais folga. O atraso e a sobrecarga são presença constante.

O procrastinador vai de um extremo à outro em relação à sentimentos, da crença que tudo funcionará até o momento de total incerteza quanto a conclusão da atividade.

A baixa estima e a sensação de culpa são sentimentos costumeiros nos procrastinadores, apesar de não identificarem que a primeira razão para não cumprir seus é a falta de disciplina.

Combatendo a procrastinação

Hábito desenvolvido ao longo de toda a vida, a procrastinação pode se tornar um vício se não tiver a devida atenção.

Fatores internos ou externos podem desencadear a procrastinação, mas independentemente de sua causa este hábito pode e precisa ser tratado, pois é um problema de caráter comportamental.

Para iniciar o combate a este mau hábito você deverá cumprir com 5 passos fundamentais.

Manutenção da organização

A desorganização é um inibidor natural para quem cumprir prazos, pois em muitos momentos você não sabe por onde iniciar uma tarefa. Desta forma a sua primeira atitude é se organizar

A organização precisa estar tanto no ambiente onde você trabalha como nas tarefas que precisam ser realizadas. 

Esta organização se refletirá na facilidade para encontrar todas as ferramentas necessárias para cumprir com suas obrigações, além de afastar o cansaço mental e o estresse.

Outro reflexo será o controle apurado sobre os prazos acordados. Uma agenda ou checklist auxilia na organização das prioridades, não permitindo que alguma atividade caia no esquecimento.

Análise de pontos positivos

Uma falha comum do procrastinador é não ver os benefícios associados à tarefa a ser realizada, o que abre uma enorme brecha para o mau hábito.

Por isso a importância de analisar os pontos positivos relacionados, desta forma você terá um estímulo para realização da tarefa, independentemente do momento em que possam ser desfrutados.

Recompensar-se

Cumprir o prazos de diversas tarefas podem resultar no desestímulo do seu responsável, principalmente ao enxergar somente atividades e prazos, deixando sua agenda cheia.

Ao se ver nesta situação procure por algo que lhe estimule, pequenas recompensas que mostram que a realização das tarefas é compensadora.

O ideal é que a cada tarefa concluída seja recompensada com um presente, que não precisa necessariamente ser um objeto o algo de muito valor financeiro.

O recomendado é que sejam mimos que possam ser realizados em curtos períodos de tempo, como um descanso, uso das redes sociais ou ouvir música, mas que de alguma forma tire o seu foco das responsabilidades.

Exercício da autoconfiança

Fracassar, tomar decisões erradas, falhar ou ser julgados são temores que podem resultar na procrastinação. 

Logo a autoconfiança precisa ser exercitada para elevar sua sensação de capacidade e competência.

Se rígido consigo é necessário, mas a autocrítica em excesso deve ser evitada.

Você precisa manter foco em suas habilidades e capacidade de execução de atividades evitando a presença da insegurança.

Evitar estimuladores de procrastinação

Determinados gatilhos costuma levar o procrastinador à perda de comprometimento com suas atividades, deixando-as de lado. Um exemplo claro são as redes sociais.

Apesar de ser um exemplo de recompensa para seu auto estímulo você precisará ser extremamente disciplinado para não ultrapassar o limite da recompensa e mergulhar na preguiça, atrasando toda sua agenda.

Logo é necessário identificar os gatilhos que estimulam a procrastinação e deixá-los de lado.

Procure manter diante de si apenas as ferramentas necessárias para realização de suas atividades, evitando assim a auto sabotagem.

As informações descritas até aqui deixando claro os perigos que um procrastinador corre.

Não se atentar a este hábito nocivo pode resultar em efeitos negativos em sua saúde.

Por isso leia este material, identifique o seu perfil e tome todas as medidas necessárias para evitar este mau hábito ou para contorná-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *